No Brasil, mais de 40 mil pessoas morrem a cada ano vítimas de acidentes de trânsito. Isso significa que uma pessoa falece a cada 12 minutos nas estradas do nosso país. Por conta disso, em 2016, a Seguradora Líder pagou mais de 33 mil indenizações por morte, somadas todas as categorias de veículos cobertas pelo seguro DPVAT.

Se você está precisando consultar informações a respeito da documentação necessária para receber este tipo de indenização, saiba mais sobre esse assunto lendo a seguinte matéria:

O primeiro de todos os documentos é o registro do acidente emitido por um órgão policial competente. Este documento indispensável também é chamado de Boletim de Ocorrência ou BO.

O segundo mais importante é a certidão de óbito emitida em cartório, seguida dos dados de identificação do acidentado e dos documentos que informam que relação conjugal ou de parentesco tinha o acidentado com a pessoa que está pedindo a indenização. Isso pode ser feito a partir da apresentação de uma certidão de casamento do acidentado, por exemplo, ou de uma declaração específica, informando quantos herdeiros ele deixou.

Esses documentos variam de família a família, e se você tiver dúvidas ou dificuldades a respeito, é só ligar gratuitamente para 0800 022 1204. O site DPVAT também ajuda você mostrando uma lista geral de documentos em detalhes. Lá você encontra, por exemplo, que documentos devem ser apresentados em cópia simples ou autenticada, que é aquela cópia tirada em cartório. A lista do site inclui ainda os documentos de identificação pessoal que você deve apresentar e as informações da sua conta bancária.

E não se deixe enganar: além de não ser necessário, é arriscado pagar a quem quer que seja para cuidar da indenização do seguro DPVAT por você.

Lembre-se ainda que a indenização sai em até 30 dias, quando o pedido é feito nos pontos de atendimento autorizados do DPVAT, quando na justiça pode levar anos para ser liberada.

Proteja seus direitos cuidando da indenização você mesmo e conte com serviços gratuitos do site e do SAC DPVAT.
(Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=MQIiP-YpkjI )