4.0016 de 632 votos | Puntaje Máximo: 5

O que fazer em caso de sinistro

Você sabe o que fazer em caso de sinistro ?

O seguro serve justamente para o momento do sinistro, ainda que o ideal seja que ele nunca ocorra. A primeira dica para qualquer condutor em caso de sinistro é tentar manter a calma. É claro que nessas horas ninguém é de ferro e pode ser bem difícil tentar manter-se tranquilo, mas ainda assim é muito importante agir racionalmente e procurar solucionar o problema.

Fazer uma cotação de seguro de carros é muito importante hoje em dia. Não devemos ficar somente com a cotação de um corretor tradicional. Aproveitando o site da Compareemcasa, você pode cotar online e conferir qual seria a melhor cobertura para você.

Os sinistros podem ser decorrentes de diversos eventos. Pode ser que seu veículo tenha sido roubado, que você tenha batido em um outro carro, que tenha ocorrido um incêndio, que você tenha batido em um poste ou uma árvore, entre outros.

Claro que os eventos que envolvem outros condutores são mais difíceis de serem controlados e manter a calma pode ser muito complicado, ainda mais quando você não é culpado da batida. Mesmo assim é importante manter a calma já que você contratou um seguro justamente para evitar dor de cabeça.

O segurado não tem obrigação de efetuar um Boletim de Ocorrência. O B.O. apenas é obrigatório quando houver alguma vítima. Contudo, nos casos em que algum terceiro estiver envolvido o Boletim de Ocorrência é realmente relevante, vez que explica exatamente como ocorreu o acidente e quem é o culpado pelo ocorrido.

Em seguida, o segurado deve ligar para a seguradora e comunicar o sinistro. Por esse motivo é importante manter o telefone da seguradora junto com você. Após, deverá preencher o Aviso de Sinistro e juntar os documentos necessários para que o conserto seja efetuado ou para receber a indenização. Nas Condições Contratuais do seu contrato de seguro estão os documentos que você deve levar para a seguradora. De qualquer maneira, se estiver na dúvida, telefone para a companhia de seguros e se informe sobre quais são os documentos necessários para a liquidação do sinistro.

É verdade que o procedimento pode dar um pouquinho de dor de cabeça, mas não se esqueça de que seria bem pior e o prejuízo seria muito maior se o seu veículo não estivesse segurado.

Autora: Ana Guerra Ribeiro

Clique para cotar seguros para seu carro em simlpes passos